Páginas

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Unha da Semana!

O esmalte que escolhi para essa semana foi o Avon - Moda Verde.

Bom, o esmalte da semana não é o esmalte da semana, mas já estou com alguns acumulados sem postar, e estou com um probleminha técnico na unha que está me impedindo de pintar, acho que vai dar tempo das postagens ficarem em dias! hehehe

Já disse e repito, os esmaltes da Avon tem o meu respeito! É um dos que mais dura nas minhas mãos destruidoras... E ele raramente descasca. Ele pode até ficar tipo manchado nas pontas, sabem? Mas quase nunca descasca... Dura uma semana, tranquilamente! E achei essa cor muito bonita e diferente. É um verde escuro que fica super elegante, principalmente na night! Não sei explicar, não é aquele verde bandeeeeeira estranho. É um verde bonito escuro bonito e ponto. Sempre paquerava com ele quando ia no Salão, e dessa vez resolvi testar... Adorei! :) Postei uma foto das unhas recém pintadas, no Salão ainda... E outra foto que tirei num Evento a noite, pra vocês verem como a tonalidade dele é bonitona mesmo!



Curtiram? Boa Semana, meninas...

Beijos. Beijos.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Roupa: Camisa de Corações.


Hey... :)

Hoje vou mostrar pra vocês uma roupa que usei um desses dias que a gente acorda com disposição para se arrumar e ir mais bonitinha pro trabalho! hehe
Essa calça vermelha da Marisa, é velha de guerra... Tenho ela há uns 5 anos e adoro, uso muito! O ponto principal desse Look, é a linda-única-maravilhosa-meiga-romântica-lady camisa de coração da Zara, que fiquei apaixonada no momento em que vi! É o tipo de peça simples, mas que levanta qualquer produção. Super comportadinha e estilosa, vai bem desde o trabalho até um happy hour ou baladinha com a galera, dependendo do que você combinar na parte de baixo. Palmas também para a bag da Santa Lolla que cabe eu, você e a nossa família dentro... Foi presente do Dia das Mães para a Kôka, mas ela deixa eu usar às vezes. Super prática e gigantesca do jeito que eu gosto! Vem ver...

Ahh, vale lembrar que essa "prodú" apareceu no Instagram da Revista Glamour, naquela batalha de Looks que eles promovem com as fotos de quem usa a "hash" #ComunidadeGlamour ... Não apareci na Revista, buuut só pelo fato de ter saído no Instagram, já fiquei me achando! hehehe

Óculos: Ray Ban | Camisa: Zara | Jeans: Marisa | Bag: Santa Lolla | Sapatilha: Bottero

Créditos para Laica, que teve uma participação mais do que especial... Ela adora pular em mim sempre que estou fotografando as produções pra mostrar pra vocês!

Beijos. Beijos.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Testado e Aprovado/ Reprovado!

Hey... :)

Hoje vou contar para vocês o que achei sobre três produtos que já estão no mercado há algum tempo, mas eu só comecei a usar recentemente... Eles são:

- Lenços de Limpeza da Neutrogena.
- Cera Nutritiva para Unhas e Cutículas da Granado.
- Shampoo a Seco da Cless.


01 - Lenços de Limpeza da Neutrogena: Acredito que assim como eu, vocês tiveram a impressão que esse seria o lenço de limpeza mágico que acabaria com todos os nossos problemas de preguiça de tirar a maquiagem, logo que assistiram a propaganda, certo? Pois bem, para mim ele não faz a limpeza tão profunda e perfeita como a propaganda prega. Tipo, ele limpa sim! Limpa muito bem a PELE, mas não retira "até o Rímel" como a gente acha! Na verdade ele tira muito pouco do rímel, então você vai ter que usar um demaquilante pra essa área caso não queira dormir de rímel. Um ponto que eu jamais poderia deixar de citar é que de todos os "lencinhos para pele" que já usei, esse foi o único que não me deu alergia! Já disse para vocês o quanto sou alérgica e sempre tenho problema com produtos para pele, mas esse não me causou absolutamente nada... Ele não deixa a pele "melecada" como os de outras marcas, e realmente quando bate aquela preguiça na hora de tirar a maquiagem no final do dia, ele está sendo uma ótima opção pra mim. Geralmente lavo o rosto, mas quando não dá, ele dá conta da situação! Só não tira o rímel... hehehe Então por todo o resumo do produto, digo que ele está aprovado!!! :)

02 - Cera Nutritiva para Unhas e Cutículas da Granado: Esse eu já ouvia falar há séculos e séculos antes de começar a usar... E os depoimentos sempre eram positivos! Comecei a usar a cerinha em Agosto, e já tenho notado uma certa diferença... E olhe que eu não sou a pessoa que segue tão à risca o "Modo de Usar" de qualquer produto. hehehe No potinho diz que é pra usar todos os dias, duas ou três vezes ao dia... E eu uso como? Só quando lembro... E isso não é todo dia! hehehe Mas de verdade, já noto que as cutículas demoram mais a crescer, coisa que antes de começar a usar, de uma semana pra outra elas já ficavam aparentes. Agora já consigo passar umas 3 semanas tranquila, só pintando em casa, sem precisar ir no salão. E olhe que eu nem uso regularmente, se usasse era belezura total! Aprovadíssimo!!! :)

03 - Shampoo a Seco da Cless: Confesso que esse foi o que mais tive curiosidade de testar, mas também foi o mais "decepcionou". Via muita gente contando milagres pelos Blogs da vida, sobre seus shampoos a seco e tinha que testar. Tipo, imaginava que seria a solução para os nossos problemas quando chegasse o final de semana e a gente resolvesse de uma hora pra outra sair e o cabelo tivesse na bad... Era só tacar o shampoo a seco e VOILÁ, ele ficaria com aspecto de limpo e lindo em um piscar de olhos. Bom, não é bem assim... hehehe Não sei se é somente essa marca, mas esse não me satisfez nem um pouco. Passei o produto no cabelo, ele estava com "oleosidade média", de imediato o aspecto do cabelo começou a  mudar e realmente ele ficou com aparência de limpo, apesar de ter ficado sem brilho. Mas não passou nem meia hora, o cabelo já começou a ficar oleoso de novo, como se não tivesse passado nada nele! Ou seja, você passa o shampoo a seco, sai de casa, chega no local com cabelo médio lindo, no meio da noite o cabelo já ta trash de novo. Parecidíssimo com o conto da Cinderela! hehehe Então me desanimei total com o produto. Não tenho mais nem vontade de testar de outras marcas, mas se testar eu conto pra vocês... Se souberem de alguma outra marca que funcione melhor, contem nos comentários. Logo, o resultado da minha avaliação é: Reprovado! :( 


E vocês? Já usaram algum desses produtos?
Vamos compartilhar as experiências legais e as ruins também... hehehe

Beijos. Beijos.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Cozinhando: Berinjela Recheada.


Como estou bem entusiasmada com esse negócio de "Segunda sem Carne", acho que vou estar postando na categoria Cozinhando com mais frequência... Pelo menos não vai mais demorar um ano, como da penúltima vez! hehehe

Hoje vou passar pra vocês a receita de uma Berinjela Recheada que fiz essa semana, e gostei bastante! A receita original era de Berinjela com Grão de Bico, mas por motivos de não encontrar Grão de Bico em nossa cidade, resolvi substituir por Arroz Integral de 8 Grãos! Vamos lá...

- 01 Berinjela Grande
- Arroz Integral / Não vou dizer quantidade porque cozinhei uma panela pra ficar comendo nos outros dias, então fui colocando na Berinjela no olhômetro mesmo...
- 200 ml de Molho de Tomate com pedaços
- Milho
- 1/2 Cebola Grande
- Azeite
- Orégano
- 2 Colheres de Requeijão Light
- 2 Colheres de Queijo tipo Cottage

Passo 1 - Parta a Berinjela ao meio, retirando toda a polpa. Corte a polpa em pedaços pequenos e coloque de molho em meio litro de água com uma colher de sopa de Vinagre Branco e uma colher de sopa de Sal, para retirar o "amargo" da Berinjela. A parte da casca onde vai ser colocado o recheio, deve ficar de molho também!

Passo 2 - Pique a Cebola e coloque para dourar no Azeite. Em seguida acrescente a polpa da Berinjela que estava de molho (a casca pode continuar de molho! hehehe), o Molho de Tomate e o Milho e deixe cozinhando até que a Berinjela fique macia. Na receita pedia pra colocar cheiro verde e pimenta mas eu não coloquei!

Passo 3 - Depois que a Berinjela já estiver cozida, misture com o Arroz Integral. Mas por favor, em uma quantidade razoável, porque o Arroz é o complemento! E o propósito é comer Berinjela com Arroz, e não Arroz com Berinjela, se é que me entendem! hehehe Bom, depois da mistura pronta, despeje dentro das cascas que estavam de molho. Eu não lavei as cascas depois que tirei do molho (mas tinha lavado a Berinjela antes de cortar, hein!?), só escorri um pouco! 

Passo 4 - Para fazer o "Molho Branco", coloquei em um recipiente o Requeijão, o Cottage e o Orégano. Coloquei no Microondas por 30 segundos. Mexi um pouco, depois coloquei por mais 30 segundos. Aí é só colocar em cima das Berinjelas.

Passo 5 - Coloque as Berinjelas em um refratário untado com Azeite, e leve ao forno médio por cerca de 20 minutos.

Passo 6 - Coma! hahaha

Esse é o Arroz Integral de 8 Grãos depois de pronto, sem nada! Só pra quem não conhece já ter uma noção de como fica. Na embalagem vem explicando como se faz... Não tem mistério, até porque se eu consegui fazer, qualquer criatura consegue...
Essas são as Berinjelas prontas, antes de ir para o forno! Só pra vocês verem o aspecto...
Aaaaaand essas são as nossas espetaculares Berinjelas Recheadas assim que saíram do forno, só no ponto de atacar! :)
Num é por nada não, mas estava uma delícia!
E quem diz que não consegue saciar a fome sem comer carne, é puro papo! Eu como igual um Dragão (não é amor!?), e fiquei saciadíssima depois que comi uma banda da Berinjela, acompanhada de um copão de Suco de Mamão (lá na primeira foto ele aparece). A outra banda eu comi no jantar... hahaha
Semana que vem eu mostro minha próxima aventura na cozinha, e vamos aderir a causa #SegundaSemCarne

Beijos. Beijos.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Unha da Semana!

O esmalte que escolhi para essa semana foi o Maybelline - Blue Bombshell.

Gostei muito desse Azul. Desde quando olhei na prateleira da Farmácia, já foi paixão a primeira vista! É uma tonalidade bem parecida com aquele azul mais cobiçado do mundo que a Giovanna Antonelli usou e foi modinha... Mas como SEMPRE, eu tenho que dar o meu pitaco e dizer que não gostei da durabilidade desse esmalte. Sem mentir nem exagerar, no dia seguinte já descascou um pedaço. Estou começando a achar que tenho algum problema porque não consigo passar mais de três dias sem o esmalte descascar um pedaço que seja... Mas esse se superou! Sem falar que achei o cheiro dele meio estranho, parece muito com aquelas colas coloridas que a gente usava quando era criança, sabe? Pois é... E achei ele um pouco grosso também! Não sei se foi só esse, se só essa cor é assim... Comprei outro de outra cor para testar, quando usar conto pra vocês. Quando usar esse azul de novo, vou usar um top coat pra ver se melhora a situação! hehehe Mas que é uma cor linda, é!



Alguém já usou esmalte dessa marca? Tem algum parecer positivo ou negativo? hehehe

Beijos. Beijos.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Roupa: Macacão Preto.


Hey... :)

Hoje vou mostrar como a combinação de peças diferentes pode mudar completamente uma roupa! São dois Looks que tem como "base" um Macacão de crepe preto, e depois da montação completa ficaram com estilos super diferentes...
O Macacão é uma peça coringa e que está muito em alta. Curto ou comprido, mais despojado ou arrumado, o que importa é a praticidade de vestir uma roupa só e já sair divando por aí!
Esse que usei tem um shape bem diferente, as pernas bem soltas com um jeitão de Pantalona, achei super elegante! Ele foi um achado no Brechó do Ateliê Georgina Nogueira, e já tenho há um tempinho. Como agora os Macacões estão bombando, tratei logo de tirar o meu do armário! hehehe
Nessa primeira opção, usei em uma das solenidades de Formatura da minha Mãe.

Macacão: Fórum para o Brechó do Ateliê Georgina Nogueira | Cinto: Datelli | Sandália: Schutz | Carteira: Lacoste

Aaaand como eu não sou besta nem nada, usei o mesmo Macacão no dia seguinte para ir trabalhar! Quem nunca né? hehehe Como o decote nas costas chama "um pouco" de atenção e não gosto muito de ir trabalhar sem manga, usei uma jaqueta velhinha da Riachuelo que vocês já viram por aqui! O cinto e a sandália em cores bem neutras para combinar com a bolsa. Pode quem quiser não gostar, mas eu bem que uso às vezes o cinto, sapato e bolsa tudo combinando! rsrs 
Vejam como a produção mudou completamente a "cara" do Macacão...

Jaqueta Jeans: Riachuelo | Cinto: Morena Rosa | Óculos: Ray Ban | Sandália: shoes4you | Bolsa: Não lembro, mas já já atualizo!

Então, gostaram ou não usariam nada disso?
Qual das duas opções agradou mais?

Beijos. Beijos.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

A arte de se reapaixonar pela mesma pessoa: praticamos.



"O início de um relacionamento é mais ou menos como tirar férias: depois de um certo período vivido (trabalho, faculdade ou a muitas vezes tortuosa vida de solteiro) chega a recompensa e tudo parece felicidade e alegria. Assim como nas férias, o Sol parece brilhar mais forte e toda noite é uma boa oportunidade para curtir até o dia amanhecer (seja na rua ou debaixo das cobertas, com o Netflix aberto).

Que atire a primeira pedra aquele que, no início de um namoro, não relevou os pequenos defeitos e manias de seu parceiro. Se ela (ou ele) demora uma eternidade para se arrumar, tudo bem – a pessoa só está querendo ficar bonita para sair com o novo amor; os cinquenta cigarros que ela fuma diariamente deixam-na charmosa, e aquela mania de escolher o programa do final de semana no último momento possível é reflexo de sua espontaneidade – alguém que gosta de “curtir o momento”. Aqueles que se arriscam nos campos da paixão e do amor acabam se confrontando, cedo ou tarde, com uma triste realidade: essas pequenas coisas podem se tornar verdadeiros incômodos quando a rotina aparecer – e ela sempre aparece. De repente a demora para se arrumar irrita, o cheiro do cigarro torna-se insuportável e escolher entre uma balada ou uma sessão de cinema torna-se uma discussão hercúlea (que pode definir o rumo e o humor dos próximos dias).

Erra quem coloca a culpa na rotina. Se assim fosse, a taxa de casamentos bem sucedidos cairia a zero e todos nós viveríamos uma eterna poligamia. Culpo, em parte, nossa própria geração por essa infelicidade que acomete muitos de nós. Para explicitar um pouco essa teoria (ainda pouco desenvolvida, se me permitem o parênteses) gosto de utilizar, como exemplo, a própria internet. No dia de hoje você irá ler um sem-número de postagens no Facebook, artigos em portais de notícia e terá acesso a uma infinidade de informações – que, no final, serão esquecidas no dia seguinte e substituídas por mais bytes e bytes de textos, imagens e pensamentos.

Esse, sozinho, não é o problema. Sou um entusiasta da internet e de como estamos conectados a tantos lugares e pessoas, convivendo em (nem tanta) ordem e espalhando (algum tipo de) conhecimento. Se dissesse o contrário estaria indo contra meus próprios princípios, afinal de contas: acredito que quanto mais interações temos com outras pessoas – independente da forma como isso acontece -, fica mais fácil conhecermos a nós mesmos. Precisamos preencher a folha de papel das nossas almas com alguma coisa para depois descobrirmos o que as palavras ali escritas realmente significam para nós.

A coisa fica ruim, porém, quando não sabemos o que queremos consumir e quem queremos ter por perto – já que, no fim do dia, podemos consumir quase tudo e ter quase qualquer pessoa. Essa grande oferta pode causar preguiça, no fim das contas: se o mar é tão vasto e têm tantos peixes, por que ficar preso numa relação com essa pessoa que não é perfeita pra mim?

Desculpa quebrar sua expectativa, mas não existe pessoa perfeita – nem relacionamento perfeito.

Se você acabou de começar um namoro, saiba que as coisas vão mudar. Se já namora há algum tempo, deve ter percebido que as coisas já mudaram – e isso não é necessariamente ruim. Honestamente, pode ser bom pra cacete. Lembra daquela vez que você foi transar e foi uma merda porque a outra pessoa não sabia acompanhar teu ritmo nem entrar na tua pegada? Agora você tem alguém que tem (espero eu), como uma prioridade, te dar prazer e não vai (espero eu) se importar nem um pouco de descobrir como fazer isso da maneira que você gosta. Lembra quando você tinha algum problema e não queria encher seus amigos com isso porque eles estavam ocupados demais com suas próprias coisas? Ao seu lado existe, agora, uma pessoa que se preocupa com sua vida e quer te ajudar a lidar com aquilo que te aflige – mesmo que essa ajuda venha com silêncio e cafuné.

Entrar numa relação séria e duradoura é assumir que grandes mudanças irão acontecer e que sua rotina não dependerá só de você. É fazer concessões e abrir mão de certas coisas enquanto a outra pessoa faz o mesmo – não por obrigatoriedade, mas porque ela quer. É enxergar beleza em pequenos defeitos e, sempre que possível, lembrar que aquele par de olhos e aquele sorriso doce continuam tão (ou até mais) bonitos que na primeira vez que você os viu. É saber que não vai ser fácil, mas que vale a pena.

Não estou dizendo que a monotonia não é perigosa: ela é, e muito. Mas não adianta pensar que a única solução para salvar um relacionamento em perigo é inverter a maneira como tudo funciona – fazer isso é trocar o lado de um disco sabendo que, hora ou outra, você precisará voltar para o primeiro conjunto de faixas. O que eu sempre tentei quando os primeiros sinais de cansaço se evidenciam é fazer uma retrospectiva desse álbum chamado amor e perceber que ainda é meu disco favorito. Relembrar alguns acordes, riffs e refrãos e me dar conta que ainda sei todos de cor, e essa é uma coisa boa.

Se você tem alguém, pense agora nessa pessoa. Se a rotina não te amedronta, se crescer ao lado dela é algo excitante ao invés de entediante, se combinar uma maratona no Netflix parece mais interessante do que se esbaldar na balada mais próxima – ou se vocês conseguem se divertir igual antes e dançam juntos até o chão -, parabéns: você está num relacionamento saudável e sabe que tudo que já enfrentaram – e ainda enfrentarão – vale a pena.

Se você ainda não encontrou essa felicidade de verdade (nem a sua própria vontade de ter uma relação duradoura), não se desespere: a parte boa do amor é que, diferente daquilo que Hollywood e a literatura-clichê pregam, sempre podemos evoluir e tentar novamente – desde que você tente, a cada nova experiência, pra valer."

por Lucas Baranyicasalsemvergonha.com.br